Helder Cabral

Escultor

Com seis anos comecei a escrever “O Livro das Coisas”.

Era muito simples, em cada linha tinha o nome de uma coisa e à frente um desenho da mesma.

Parei na terceira página, quando me apercebi que eram infinitas.

Desde esse dia a minha única preocupação é criar ainda mais coisas.